? ??????????????Horses on Beach? ????? ?? ???Rating: 4.3 (202 Ratings)??9 Grabs Today. 9442 Total Grabs. ?
?????Preview?? | ??Get the Code?? ?? ?????I Love Unicorns? ????? ?? ???Rating: 5.0 (2 Ratings)??2 Grabs Today. 692 Total Grabs. ??????Preview?? | ??Get the Code?? ?? ???????Bones? BLOGGER TEMPLATES - TWITTER BACKGROUNDS ?

quarta-feira, 30 de julho de 2008

"Tele-vida"

Em nosso sistema solar apenas um pequeno planeta possui vida. Qualquer alteração orbital deste planeta ou se qualquer corpo com massa um pouco mais significativa colidir com o planeta, a vida em pouco tempo pode ser destruída por completo. Isso nos faz perceber como a vida é frágil.
Se nosso planeta não estivesse posicionado onde está, nem tão perto e nem tão longe do Sol, não possuísse uma combinação de elementos químicos tal e uma temperatura favorável, a vida de certo não existiria. Isso nos faz perceber como a vida é rara.
A combinação de tantos elementos decisivos para que houvesse vida é racionalmente duvidoso se levarmos em conta que foi concebida pelo acaso ou de maneira randômica. Isso nos faz perceber que não existe como Deus não existir.
Vejo pessoas incendiando florestas, derrubando árvores e caçando animais por prazer. Vejo pessoas matando outras pessoas, se destruindo aos poucos e se matando. Vejo pessoas passando fome e sem esperança e também vejo pessoas que podem ajudar-las, mas preferem não encarar a realidade e se omitem.
Como podemos cuidar tão mal de algo tão frágil e raro que nos foi dado por Deus?
A vida não existe apenas para ser vivida, se fosse assim não precisaríamos sequer raciocinar. Mas se temos vida, temos uma razão de viver, e cada pessoa escolhe a sua e a prioriza em sua vida. Logo, se alguém passa sua vida tentando enriquecer, a razão de sua vida é o dinheiro. E se alguém passa a vida se drogando, a razão de seu viver são os entorpecentes. E se alguém passa a vida em frente à televisão, sua razão de viver é um pedaço de plástico e vidro.
Reclamamos muito do nosso país, da nossa cidade, da injustiça, violência e desigualdade. Mas o que vejo é um povo conformado, que não se levanta do sofá, e que não desliga a televisão, vivendo uma “tele-vida” medíocre e reclamando de tudo e todos.
É muito fácil reclamar e culpar os políticos, mas quero ver quem se candidata para fazer algo mais do que reclamar. Os políticos são apenas um reflexo da sociedade da qual se originam. Se os políticos são corruptos e hipócritas é por que a sociedade é corrompida e demagoga. Não adianta mudar o governo se o povo continua o mesmo.
A vida não foi feita para que cada um cuide da sua, mas para que todos nos cuidemos mutuamente. Afinal vivemos em sociedade e enquanto não pararmos de nos preocupar somente com nós mesmo e começarmos a nos preocupar com os outros, nossa sociedade continuará sem vida.
Se existe vida em sua vida, tente usa-la para algo além de benefício próprio. A vida passa tão velozmente levando a juventude consigo. No fim só restarão cinzas e todos voltarão ao pó. As pessoas que um dia conhecemos, também passarão, e nem mesmo nossa memória sobreviverá. E seremos nada na Terra, apenas alguém da qual não existe registro, nem saudade, nem citação. A única coisa que deixaremos será nosso legado, que será transmitido de geração á geração, e que será o único vestígio de que um dia existimos.
E qual será nosso legado? Destruir a natureza sem preocupação? Não valorizar nada e ninguém além de si mesmo? Perder a família para ganhar dinheiro? Não ver seu próprio filho crescer para poder fazer hora extra?
O nosso legado condiz com nossa razão de viver. Quais são as suas prioridades? Qual é a sua razão de viver?
Nosso país sempre continuará sendo aquele país emergente e medíocre de sempre se não mudarmos nossas prioridades. Não se pode inovar e crescer fazendo as mesmas coisas que nossos pais faziam ou pior. È preciso viver algo além de nosso sistema socioeconômico, pois, ter como meta estudar para entrar em uma boa faculdade, entrar em uma boa faculdade para conseguir um bom emprego, ter um bom emprego para poder ganhar bem e ganhar bem para poder comprar o que se quer não é nada mais que o mínimo necessário para fazer parte da sociedade capitalista. E depois de ter um bom emprego e ganhar bem, será que você estará feliz?
Somente quando encararmos a realidade de que somos todos iguais e que todos somos nada além de pó, matéria orgânica, poeira cósmica aglomerada que contem vida, é que passaremos a valorizar a vida que há em nós e em cada ser.
Morra sua “tele-vida” e desligue a televisão, talvez alguém precise de sua atenção mais do que este aparelho.

1 comentem aki!:

Ana Helena disse...

nunca mais postou nadaa? oO


;*